Se não tiver visitado Capri pelo menos uma vez na sua vida, não espere mais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Capri
Pexels.com
Traduzido por: Ioana Toma

Revisado por: Bruna Subtil Faccioli

Deve visitar Capri pelo menos uma vez em sua vida. Basta tirar algumas fotos para compreender porque vale a pena dar um passeio de barco e beber um copo de limoncello nesta ilha pitoresca. A beleza, tanto natural como arquitectónica, não falta, quer pertença ao mar ou ao continente. Vamos ver rapidamente porque é que Capri, apesar da Itália estar cheia de destinos turísticos ideais, deveria estar em primeiro lugar… ou pelo menos entre os três primeiros lugares!

É mais que uma pintura do paraíso, Capri é uma ilha que se encontra no Golfo de Nápoles. Qualquer estação é adequada para visitar, uma vez que o inverno é ameno enquanto o verão é quente. Entre as outras ilhas da Itália, Capri ocupa a 21ª posição por ordem de tamanho, já que o Monte Solaro tem 589m de altura. É formada por grutas, um mar mais azul do que o céu, penhascos e falésias fascinantes, história e superstições, comida e sol – tudo o que poderia querer!

Por causa da topografia é difícil chegar em algumas partes da ilha. No entanto, as suas falésias, encostas íngremes e topografia levaram à sobrevivência e evolução de espécies animais e vegetais que só podem ser encontradas ali.

Sabia a origem do nome Capri?  

A semelhança entre as palavras “Capri” e “cabra” não é uma coincidência. Era realmente conhecida como a “ilha das cabras”. Os habitantes da ilha deram-lhe esse nome porque no passado havia muitas cabras. Mesmo agora, explorando o continente, é possível vê-las a pastar nas encostas do Monte Solaro.

Se ainda não a conheceu, sabe onde visitar?

Pessoalmente, os três pontos turísticos da ilha que não posso esquecer, e por isso altamente recomendo-os, são a Gruta Azul, os Faraglioni (Penhascos) e a Praça Pequena ou centro da ilha. 

Há algum lugar mais bonito do que Capri? Talvez apenas Positano! Aqui está um artigo perfeito que o convencerá a visitar a capital italiana!

O fato é que uma ilha como Capri certamente não pode deixar de estar envolvida em diferentes histórias e mitos. Vamos lembrar de algumas! Diz-se que as três rochas representam as três sereias que Ulisses ignorou durante  sua passagem, ou que o azul de uma caverna chamada “Oscura” (escuridão) recebeu o seu nome porque um deslizamento de terra que matou três jovens em 1808 e ninguém pôde entrar desde aquele momento. Para além das histórias, hoje podemos ver várias celebridades desfrutando as praias e o mar desta ilha, e como uma viajante e turista entusiasta, garanto-lhes que o local oferece uma atmosfera sem igual!

I. Gruta Azul

A Gruta Azul é assim chamada devido à incrível cor azul que se revela no seu interior. O acesso só é possível de barco, através de um túnel estreito, mas o azul que irá descobrir irá encantá-lo. Especialmente quando está sol, a cor assume uma tonalidade única, incomparável com outras cores. A principal atração da ilha, esta caverna, tem 25m de largura e 60m de comprimento, enquanto a entrada de 1mde altura só permite o acesso aos visitantes se estes estiverem deitados no barco. Vale a pena optar por este caminho, mas também pode optar por ir a Anacapri e seguir a estrada que conduz a esta caverna.

II. Faraglioni (Penhasco)

O símbolo de Capri são os três penhascos no meio do mar. O nome “Faraglioni” vem do grego “Phares” (farol), e as rochas são assim chamadas porque aqui foram acesos grandes fogos para sinalizar a rota dos marinheiros. Cada rocha tem um nome: Saetta (relâmpago), Stella (estrela) e Socopolo, que é o lar de um pequeno habitante, o orgulho das ilhas, o lagarto azul, que parece estar pintado com as cores do mar.

III. Pequeno mercado

Frequentado por celebridades bem como por turistas e intelectuais, este centro está cheio de lojas e restaurantes caros mas muito chiques. O nome é na realidade “Piazza Umberto I”. Pode tomar um café e apreciar la dolce vita enquanto admira a vista do terraço com vista para o mar. Agora começa a exploração de Capri, no verdadeiro sentido da palavra. Pare um pouco, claro, mas não pode esquecer isto, mesmo que a ilha seja demasiado pequena, tem de ver tudo desde o nascer do sol até ao pôr-do-sol para compreender tudo sobre Capri.

Antes de partir, não se esqueça de beijar a pessoa com quem está a viajar ao passar debaixo de uma das três pedras para dar sorte e, quem sabe, um regresso a Capri!

Pode ler este artigo em rumano, italiano, espanhol, francés.

 

Fontes:

 288 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.