Top 7 livros do prêmio Nobel

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
modernidad, modernitate, ciganos, gitanos, iluminismul , André Maurois, Faust, modernitate, cărți de Nobel, carti de Nobel, livres Nobel, littérature, proverbe, literatura, livres Nobel,livros do prêmio Nobel, biblia, book, bible, scripture-1210030.jpg
pixabay.com

Tradutor: Diana Gresoiu

O gosto pela literatura é diferente de pessoa para pessoa, contudo quando estamos falando sobre as obras dos autores laureados ao prêmio Nobel, tudo fica claro, por isso que propomos 7 livros do prêmio Nobel que valem a pena ler.

 

O prêmio Nobel da literatura é concedido em cada ano a um autor pela sua inteira obra. Junto ao prêmio, o autor recebe também da parte do júri a motivação pela qual a sua obra foi premiada.

1. O Velho e o Mar de Ernest Hemingway

O autor recebeu o prêmio Nobel de literatura em 1954, e a motivação do júri por este romance é a seguinte:

Para a mestria da arte narrativa, muito recentemente comprovada no romance «O Velho e o Mar» e pela sua influência no  estilo contemporâneo.

 

Primeiro na lista dos 7 livros do prêmio Nobel que vale a pena ler, “O Velho e o Mar” é um romance que conta a história de um pobre velho pescador, que, depois de 84 dias de azar conseguiu apanhar um peixe gigante, mas mesmo assim a sorte não estava com ele. Depois de 2 dias e 2 noites de luta contra os tubarões que ameaçavam a sua captura, o velho chegou extenuado à costa e só com o esqueleto do peixe amarrado em seu barco

2. Ensaio sobre a lucidez de José Saramago

Saramago recebeu o prêmio Nobel em 1998, e a motivação do júri foi:

Para as suas parábolas sustentadas de imaginação, compaixão e ironia, dá-nos a contínua possibilidade de entender uma realidade ilusória.

Segundo em nossa lista de livros do prêmio Nobel, “Ensaio sobre a lucidez” é um romance de caráter político, apresenta as eleições da capital dum país imaginário, porém o fenômeno é tão real quanto possível. Conta a história da lucidez dos cidadãos que perdem a confiança na sociedade.

 

3. O Estrangeiro de Albert Camus

Foi o ganhador do prêmio Nobel em 1975 e a motivação da parte do júri foi:

Para a sua importante criação literária, que, com lúcida perseverança, lança luz sobre os problemas da consciência humana do nosso tempo.

No romance “O Estrangeiro” é explorado o conceito filosófico do absurdo e do existencialismo. É descrito um crime executado sem consciência.

 

4. O Senhor das Moscas de William Golding

Na minha opinião, o quarto livro na lista dos 7 livros do prêmio Nobel, sem dúvida, vale a pena ler! “O Senhor das Moscas”, recebeu o prêmio Nobel em 1983, e recebeu a seguinte motivação:

Para os seus romances, que com perspicácia duma arte narrativa realista, mas também trazendo a marca da diversidade e da universalidade do mito, iluminam a condição do mundo de hoje.

Neste romance é analisada tanto a psicologia individual quanto a psicologia de grupo. Sem a ajuda dum adulto, um grupo de rapazes encalhados numa ilha deserta não conseguem organizar-se e tornar-se violento. O autor mostra que a natureza humana tem como base a natureza selvagem.

 

5. O Amor nos Tempos de Cólera de Gabriel García Márquez

No quinto lugar em nossa lista de 7 livros do prêmio Nobel está “O Amor nos Tempos de Cólera”. Este livro recebeu o prêmio Nobel em 1982, com a seguinte motivação:

Para romance e contos, em que o fantástico e o real  combinam-se num mundo pacífico de rica imaginação, refletindo a vida e os conflitos dum continente.

No romance é apresentada uma história de amor impressionante. A relação entre Florentino e Fermina é proibida pelo pai da menina. Após 5 décadas, durante as quais cada um seguiu com a sua vida, os dois se reencontram e tentam se conhecer.

 

6. Ratos e Homens de John Steinbeck

Este sexto livro na lista dos 7 livros do prêmio Nobel que valem a pena ler, recebeu o prêmio em 1962 e a seguinte motivação:

Para as  suas obras realistas e cheias de imaginação, que combinam o humor afetuoso com uma astuta observação social.

 

É um romance clássico, que apresenta a história comovente de dois homens diferentes tanto do ponto de vista físico, quanto do ponto de vista mental. Apesar destas diferenças, os dois criam uma amizade ideal.

7. Siddhartha de Herman Hesse

Embora não seja o primeiro em nossa lista, este livro foi premiado em 1946 com a seguinte  motivação do júri:

Para as suas obras inspiradas que, cheias de coragem e poder de penetração, exemplificam ideais humanos clássicos e altas qualidades do estilo.

Um romance iniciático, que tem no centro as ações do jovem Siddhartha, que não estava contente com o nível espiritual que alcançou  na casa de seus pais. Siddhartha parte com dois amigos pobres e concentra-se em seu espírito, para alcançar a sua própria iluminação.

Se quiserem descobrir mais livros interessantes, convidamos vocês  a lerem o nosso artigo sobre 5 livros clássicos que deves ler segundo o teu estado de espírito!

Fontes:

 602 total views,  4 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *