A arte da maquilhagem ao longo de 7 épocas

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
cleopatra, sultana, maquillaje, machiaj, maquilhagem,cleopatra, sultanato
Pixabay.com

Traduzido por: Mihaela Nicolae

Desde o seu aparecimento na Terra, o ser humano  tornou-se cada vez mais preocupado com a sua aparência. A arte da maquilhagem e os produtos utilizados por ela evoluíram com as fases de desenvolvimento humano. Há 2000 anos, o imperador e filósofo romano Marcus Aurelius (Marco Aurélio) comentou sobre a aparência exterior do homem: “A sua melhor carta de recomendação”.

 

No início, a maquilhagem era realizada no âmbito de rituais, e mais tarde foi-lhe dada uma função estética. Vamos voltar no tempo e olhar para a arte da maquilhagem em 7 fases da história.

1. Egito Antigo

A utilização de cosméticos tem a sua origem no Egito Antigo. Um grande número de receitas cosméticas foram encontradas incrustadas nas paredes dos templos. Nos túmulos antigos também existiam vasos com produtos cosméticos e utensílios. Na cultura egípcia, acreditava-se que a maquilhagem tinha poderes curativos e mágicos.

A roupa, juntamente com a maquilhagem, mostrava o estatuto social de uma pessoa. Os egípcios utilizaram kohl para escurecer os olhos, tinta herbal para o rosto e henna para as unhas. Quando se tratava de alisar a pele, utilizavam máscaras feitas a partir de uma mistura de urina e lama. Para fazer o famoso olho egípcio, as mulheres usavam a cor verde malaquita para a pálpebra inferior e preto para a pálpebra superior. A maquilhagem dos olhos costumava a ser alargada ao templo para lhe dar uma forma de amêndoa.

 

 

O perfume mais antigo pertencia ao símbolo da beleza feminina do Antigo Egito, Cleópatra, e continha: cana perfumada, mirra, mel, rosa e vinho. Também, o primeiro manual de cosmetologia lhe pertenceu. A maquilhagem e o penteado de Cleópatra têm sido uma fonte de inspiração ao longo dos tempos. Nessa altura, o rosto era considerado uma área íntima e a forma de o cobrir com a ajuda da maquilhagem era ensinada na escola.

2. Roma Antiga

A esposa do imperador Nero, Popeia, é conhecida pela maquilhagem mais complexa, que foi feita por uma centena de escravos. Apesar de ser tão complicado de fazer, era algo doméstico, usado apenas na presença do marido.

Os elevados padrões impostos, tais como pele sem imperfeições, tez pálida, mas com bochechas rosadas; cabelo penteado e olhos contornados, levaram as mulheres a recorrer à utilização de cosméticos. Utilizaram chumbo branco, óleo de amêndoas, fuligem para o contorno dos olhos, bagas de sabugueiro para pintar o cabelo e levedura de vinho em vez de batom.

 

 

Em alguns escritos literários, o uso de cosméticos tem sido frequentemente criticado por encobrir a beleza natural. Ovídio, contudo, mostra apenas o lado positivo da maquilhagem nas suas obras. Também escreveu a obra A Arte de Amar ( “Ars Amatoria”, em latim), que incluía dicas e receitas para as mulheres.

3. Grécia Antiga

O símbolo da beleza nos gregos é Aspásia, esposa de Péricles. As mulheres de cara branca eram muito apreciadas, assim como o cabelo loiro. Para branquear o rosto, as mulheres usavam carbonato de chumbo e calcário. Pintavam as pestanas com fuligem e fixavam-nas com clara de ovo ou cera. Para acentuar os seus lábios, usavam tinta feita de henna vermelha, enquanto os olhos eram realçados com carvão. A moda das sobrancelhas unidas era muito popular entre as mulheres na Grécia Antiga. Os ingredientes utilizados para a depilação continham arsénico, uma substância que danificava gravemente a pele, levando frequentemente à morte.

 

4. Idade Média

Sendo uma época dominada pela fé, a maquilhagem era vista como algo mau. Embora as mulheres tivessem de preservar a sua beleza natural, continuaram a branquear a sua tez com extrato de chumbo. A cor branca da pele fazia a diferença entre as classes sociais. Estavam na moda a pele branca e o batom vermelho. Neste período, também eram usadas as toupeiras falsas, feitas com fósforos queimados e sobrancelhas pintadas com fuligem.

 

5. Renascença Italiana

A Renascença italiana aparece com simplicidade e naturalidade. As mulheres usavam menos maquilhagem, sendo apreciadas características como um rosto fino, tez de porcelana e lábios delgados. Renuncia-se ao cabelo encaracolado e em pó, a favor do cabelo com um penteado o mais natural possível.

 

6. Romantismo

A beleza da mulher desta época é dada por uma tez de alabastro (parecida com o mármore branco), aspeto melancólico, aparência frágil e cabelo preto. Para alcançar estes padrões, as mulheres utilizavam decocções de açafrão ou tinta azul para acentuar as suas olheiras. Esta era a época em que as mulheres usavam menos maquilhagem, com excepção das atrizes e das prostitutas.

 

 

No século XIX, começaram a ser produzidos os primeiros produtos baseados na investigação científica. Para o pó facial, o chumbo e o cobre são substituídos por óxido de zinco.

7. Século XX

No século XX, começou a grande evolução da maquilhagem, tornando-se uma necessidade para as mulheres do espaço urbano.

As décadas de 1930 e 1950 trouxeram uma nova era da beleza. O mundo do cinema, da televisão e da música influencia grandemente as mulheres do século XX. Uma série de celebridades tornam-se símbolos de beleza e servem de inspiração com a sua maquilhagem e aspeto.

          O famoso contorno de olho de gato de Audrey Hepburn está a ser imitado por mulheres em todo o mundo!

Na década de 1960, tem lugar o movimento hippie, movimento que traz mais liberdade, incluindo a utilização de maquilhagem. A década de 1970 veio com outras mudanças, com a maquilhagem que varia de feminina à ousada e forte.

 

 

A década de 1980 é representada por uma maquilhagem brilhante e forte. As mulheres preocupam-se com os olhos, bochechas e lábios. São utilizadas cores fortes e contornos bem definidos. A década de 1990 caracteriza-se por uma maquilhagem natural.

Cada época contribuiu para o refinamento dos cosméticos e para a criação de diferentes tipos de maquilhagem. Com a ajuda deles, as mulheres põem em evidência a sua beleza ou mascaram certas imperfeições.

Se quiser ler mais sobre as qualidades duma mulher virtuosa, clique aqui.

Fontes:  

 1,150 total views,  1 views today

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.